Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

Breve história do Pelotão de Morteiros 2138

Tudo começou no dia 2 de Junho de 1969 em Chaves, sendo a unidade mobilizadora do Pelotão de Morteiros 2138 o Batalhão de Caçadores 10.  Até ao dia 5 de Julho decorreu a instrução de adaptação operacional na região de Boticas. De 7 a 16 de Julho foram gozados dez dias de licença antes do embarque para o então chamado Ultramar Português.

 

No dia 17 teve início a segunda parte do IAO estando previsto para o dia 30 de Julho, no navio "Índia" o embarque para a Guiné tendo o mesmo sido adiado para 13 de Agosto por avaria no navio. A viagem fez-se a bordo do navio "Uíge" com chegada à Guiné no dia 18 e desembarque a 19 de Agosto pela manhã.

 

Entretanto o autor destas linhas, tinha embarcado para a Guiné no dia 24 de Julho, num avião Sky Master da Força Aérea, com escala em Las Palmas e Ilha do Sal, em Cabo Verde, onde pernoitamos e chegada no dia seguinte à Guiné. A finalidade desta viagem antecipada foi tratar da logistica do Pelotão, tendo mesmo efectuado uma deslocação a Buba antes da chegada do Pelotão a Bissau.

 

A partida de todo o pessoal para Buba efectuou-se no dia 24 de Agosto a bordo da LDG 105 "Bombarda"  com chegada no dia 25 pelas 08H00. O Pessoal foi dividido por vários aquartelamentos tendo seguido viagem no dia 31 de Agosto, integrados numa coluna militar com destino a Nhala, Mampatá e Aldeia Formosa.

 

Só a esquadra para Nhala chegou ao destino tendo as outras duas regressado a Buba devido ao estado intransitável da estrada. Estas duas esquadras para Mampatá e Aldeia Formosa só no dia 6 de Setembro seguiram para o seu destino.

 

No dia 4 de Novembro a C. Caç 2382, que se encontrava em Buba, foi substituída pela C. Caç 2616, passando o Pelotão a depender administrativamente desta última. Em 25 de Fevereiro de 1970, começaram a funcionar aulas para aqueles que não tinham a 4ª classe sendo "professor" o autor destas linhas.

 

No dia 6 de Agosto de 1970 apresentou-se no Pelotão, depois de terminada a diligência na BAC 1/GAC 7 o comandante do Pelotão, Alf. Mil. Duarte Cardoso.

 

No dia 18 houve festa para comemorar o aniversário da chegada a Buba.

 

Em Janeiro de 1971 apresentou-se no Pelotão o Furriel Miliciano Jorge Martins, que tinha estado em diligência no GAC 7, passando a comandar a esquadra de Aldeia Formosa. Entretanto o Furrriel Miliciano Vitor Almeida, que estava em Aldeia Formosa, regressou a Buba para comandar o Pelotão face às ausências do Alf. Mil. Duarte Cardoso e Sargento Alvaro Rodrigues que se encontravam de férias.

 

Em 14 de Março de 1971 foi destacada para Empada uma das esquadras de Buba, comandada pelo F. Mil. Vitor Almeida.

 

O regresso a Portugal deu-se no final de Junho de 1971. Felizmente todos regressamos da nossa comissão não interessando mencionar os sacrifícios passados ou as inúmeras vezes que os aquartelamentos onde nos encontrávamos foram atacados.

 

Muitas histórias boas há para contar (as más esquecemos) e será o que cada um de nós poderá fazer noutra oportunidade.


Um abraço para todos


Vitor Almeida
ex-Furriel Miliciano

Dica do dia:
publicado por BMR às 18:58
link do post | comentar | favorito
|

Membros / Contactos

Brasão do Pelotão

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

UM RECOMEÇO !

Actualização do Pelotão

Breve história do Pelotão...

Um interregno de 38 anos....

Esclarecimento

Encontro ao fim de quase ...

Procuro Camaradas da Guin...

Arquivos

Outubro 2016

Setembro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Número de Visitantes

Sites Relacionados

Guerra do Ultramar

  • Guerra da Guiné por Carlos Silva

  • Cart 2519 - Os Morcegos de Mampatá por Mário Pinto

  • Guiné 68-71 por Joaquim Rodrigues

    Pesquisar neste blog

     

    subscrever feeds

    Contador de Visitas Para Blogs